Páginas

Translate

* Traços que mostram a vida...

Frida Kahlo - Auto Retrato

Traços duros
fortes
olhar severo
vida sofrida
nada foi fácil
até seu fim foi triste
como toda trajetória de sua vida.


* Como sou bem sincera, não posso deixar de confessar: Não sei por que não gosto nada dessa tela... Nunca compraria e me passa uma coisa ruim.Até numa galeria, passaria longe!Nem me inspirei.Estranho!

O que será isso? Parece que já conheci alguém com esses traços duros assim e que deve ter feito mal. Não sei...Olho e olho pra ela e sinto algo tri estranho! Saio voando dela,rsrs...

Nunca aconteceu isso com vocês?

29 comentários:

  1. Engraçado Chica, muitos sentiram o mesmo...acho que foi por sua vida ter sido tão cruel. Talvez, ou talvez ela passe uma força tão grande associada a uma tristeza que assuste...já eu me identifico totalmente, a cada dia mais. Obrigada pelo esforço em escrever sobre a tela.. beijos,

    ResponderExcluir
  2. Chica, queridona!
    Eu sei bem o que falas, pois eu mesma já me vi assim diante de alguma tela ou expressão artística e que não gostei. A arte é assim mesmo!
    Para uns toca intensamente e para outros pode ter este sentimento de afastamento.
    Bem, eu curto Frida e gosto principalmente de suas cores, mas passa lá no meu pedaço que explico melhor este meu gostar.
    beijos cariocas

    ResponderExcluir
  3. Pois eu senti o mesmo Chica...fiquei com vontade de sair correndo!
    Foi um grande desafio participar desse tema.
    Beijo grande amiga.
    Astrid Annabelle

    ResponderExcluir
  4. Oi, Chica:
    Eu também não me inspirei olhando tal tela. Acredito que é por sentir tristeza ao olhar o autorretrato dessa sofrida pintora mexicana. Não sei explicar. É um pesar. Senti assim. Gostei da sua sinceridade e da sua postagem. Um grande beijo, um bom dia :)

    ResponderExcluir
  5. Chica também sinto o mesmo com as obras de Frida K. É uma severidade e um peso no olhar que não me faz bem.bjs

    ResponderExcluir
  6. Chica,
    na verdade há muita força na tela, nos detalhes que são mostrados, como um sufocar por raízes..por exemplo..
    se a interpretarmos não veremos exatamente repúdio, mas dor..
    Faz parte! Cada um com sua caminhada..
    Grande beijo.

    ResponderExcluir
  7. A história de Frida é muito sofrido e também me causa melancolia, mas ela consegue se mostrar forte ao fazer uma obra dessas.

    beijos

    ResponderExcluir
  8. Chica,

    Eu sou um apreciador da pintura de Frida. Ela é o exemplo daquilo que em metafísica se chama 'Escola do Sofrimento'.

    Linda, a sua participação.

    Beijo.

    António

    ResponderExcluir
  9. Chica, ainda bem que não postei nessa blogagem coletiva.
    Não saberia falar de Frida, pois sua obra não me inspira também.
    Tanto sofrimento parece que nos envolve, amargura, entristece.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  10. Chica,

    A tela me passou força e tristeza ao mesmo tempo, mas consegui decifrar a tela antes mesmo de saber mais sobre sua vida (aprendi pela blogagem). Mas assim como você, nao teria jamais uma tela dessa em minha casa.

    Um abraço

    ResponderExcluir
  11. Chica, a arte de Frida é assim mesmo. Nos deixa desconfortável...a primeira vez que vi um quadro dela também senti isso. Mas fiquei intrigada e embarquei na descoberta da mulher que pintava auto-retratos assim. Fiquei abismada com a sua trajectória de vida, e com a sua coragem!
    Namasté

    ResponderExcluir
  12. Olá querida Chica,
    Compreendo a tua perspectiva, já senti isso perante algumas telas, mas compreendo Frida! Na flôr da idade teve um acidente atroz que a marcou para a vida toda. Na sua longa estadia na cama pintou o que lhe ia na alma, toda a sua dor e sofrimento, que sempre foi uma constante na vida. Desse modo a sua pintura tornou-se «sui-generis», do mesmo modo que um escritor, um compositor...podem fazer obras tristíssimas e cheias de amargura!
    Por outro lado Chica uma obra de arte não tem que ser decorativa, não é?
    Beijinhos,
    Manú

    ResponderExcluir
  13. Oi Chica querida

    Esta é a riqueza do ser humano, cada um com sua percepção única. Eu sinto mal estar , mas ao mesmo tempo empatia pela dor e garra desta mulher /artista.
    Ela nos mostra com muita contundência a vida/morte.
    bjs
    bjs

    ResponderExcluir
  14. Chica,eu tambem não gostei muito dessa tela.Tem uma energia pesada,não sei...prefiro algo mais leve!...rsss...Sua poesia ficou sensivel e acho que captou bem o espírito da coisa!Bjs,

    ResponderExcluir
  15. Pra te ser sincera, não gostei nada, nada dessa tela...me deixou meio mal...nesse momento meu, prefiro coisas mais alegres.
    Mas sua participação foi tão sincera, isso eu gostei, e muito.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Ela traz o sofrimento estampado e isto nos assusta mesmo. Até a mim.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  17. Oi Chica,

    Realmente, Frida foi quase uma unanimidade nesta postagem. Mas o desafio é este mesmo. Escrever sobre uma tela que não nos transmite algo agradável foi muito difícil, não é? Quase desisti.

    Bjs,

    ResponderExcluir
  18. Chica,

    diría mesmo que esta artísta tocou nas nossas "Fridas" e pisou nossos "Kahlos" mais profundos.

    Nos fez encarar a Sombra... e isso não é fácil para ninguém.

    Um abraço e Luz*

    ResponderExcluir
  19. Chica
    Pra mim também foi muito difícil essa tela. Eu tentava, não conseguia, tentava novamente.
    Foi a primeira vez que fiquei tão travada.
    bjs

    ResponderExcluir
  20. Querida Chica!
    Você foi perfeita, pois apesar de não gostar da tela, conseguiu alcançar o objetivo da blogagem.
    Também não curto suas telas, mas gosto das roupagens que ela usava, cheias de cores e bordados à moda tehuana. Afinal, sou uma Beth Frida, lembra?
    bjs cariocas



    Beth Q.

    ResponderExcluir
  21. Chica

    Concordo contigo porque toda a obra de Frida foi espelhada em sua tristeza, em seu martírio.
    Li sobre a obra dela no blog da Wallarte que explanou divinamente, inclusive a Wal por ser uma artista detalha sobre a pintura em si.

    Linda´participação é para escrever o que sentes mesmo.

    Beijos no seu coração

    ResponderExcluir
  22. Acho que quase unanimidade que ninguém colocaria esse quadro dentro de casa. Onde será que ele se encontra? (rs*) Beijus,

    ResponderExcluir
  23. Oi, Chica!

    A tela me transmitiu sentimentos fortes, de tristeza, solidão, desespero, mas, não senti nenhuma aversão, apenas uma compaixão enorme pela autora.

    Um grande abraço, amiga!

    BFS :)
    Socorro Melo

    ResponderExcluir
  24. Chica!! td bem??

    Realmente a história da Frida é bem triste, por isso talvez que essa tela não tenha te agradado... eu particularmente acho interessante essa magia de auto-retrato que engloba todos os quadros da artista.

    Parabéns pela postagem e pela participação na blogagem coletiva!!! Ficou muito bom!!!

    Beijinhos!!!!

    Vivian

    ResponderExcluir
  25. Olá querida Chica,
    Fora deste contexto, venho cá querida amiga dar-te uma grande abraço de parabéns.
    Beijinhos,
    Manú

    ResponderExcluir
  26. Oi querida Chica,
    Estou aqui para deixar um grande abraço neste seu aniversário.
    Meus parabéns!!!!

    ResponderExcluir
  27. Chica querida!
    Um tela precisa nos encantar de alguma forma. Eu também não acho nada bonita, amiga!
    Beijos e bom domingo!
    Beijocas pra Oma!

    ResponderExcluir
  28. oi meio atrasado mas acho que ainda vale né..
    que sigo vc faz pouco então ainda sou meio perdida..
    parabéns e que continue assim iluminada como tenho percebido que és. um abraço e boa noite..

    vi a homenagem que alê fez...
    muito linda..

    ResponderExcluir
  29. Interessante, mas penso que seja por que você seja acostumada a sorriso, a ver a felicidade espontanea nas pessoas, ai a tela vai meio que contra isto...

    Fique com Deus, menina Chica.
    Um abraço.

    ResponderExcluir

Que bom ver vocês por aqui!beijos,chica