Páginas

Translate

* Uma iniciativa bem colorida...

Juiz cria projeto de música em favela para prevenir criminalidade.


A Favela do Coque, no Recife, é uma das comunidades mais pobres e com um dos maiores índices de criminalidade da cidade.


O lugar é como tantos outros no Brasil, mas as coisas lá começaram a mudar.

Na favela, olhando em volta, parece que não há futuro para as crianças, mas uma iniciativa investe na prevenção à criminalidade através da música.

A escola de música e orquestra vai completar três anos e foi ideia do juiz João José Targino.

"Prevenir é mais importante do que reprimir, do que remediar”, diz o juiz.

A orquestra tem 130 participantes, entre meninos e meninas, cheios de sonhos .

No projeto, o ritmo é puxado.

As crianças têm aula de música, reforço escolar em português e matemática, língua estrangeira e três refeições diárias, de segunda a sábado.


A escola é como uma segunda casa para as crianças.

João Pedro, que toca violino, já sabe até onde a música poderá levá-lo.

“ Vou querer tirar minha mãe do Coque, colocar num bairro calmo, que não tenha muita violência, vou, assim, construir a minha vida, uma família 'pra' mim."

Em casa, João tem pouco espaço para ensaiar, mas é um aluno dedicado e o maior orgulho da mãe, dona Rosângela.


As crianças e jovens da orquestra se apresentaram no Teatro Municipal para receberem um prêmio.

Foi mais um reconhecimento ao talento e ao esforço deles em busca de uma vida melhor.
http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/0,,MUL1163255-5598,00-JUIZ+CRIA+PROJETO+DE+MUSICA+EM+FAVELA+PARA+PREVENIR+CRIMINALIDADE.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Que bom ver vocês por aqui!beijos,chica